Luciano Souza

Ouso a escrever para os que estão no vale sobre a inscrição do Fator, embora já estejam bem explicados os objetivos no site.
Trata-se de um evento articulador aberto a todos e direcionado aos insatisfeitos desta geração desejosos de sair da inércia ou melhorar o ritmo das práticas que evidenciam os que crêem nos diversos campos das produções artísticas voltadas para o Reino.
Você pode pensar ”eu não tenho nenhum talento nessa praia”, uma das tiradas é também mostrar que se você não produz algo, mas empreende para que produzam, você é co-produtor , logo, produtor também.
Você que acha que já viu tudo que pode ser feito baseado no pobre menu apresentado no seu discipulado, vai se espantar com inúmeros ministérios relevantes para nossa geração, simples e acessíveis a muitos que se acham incapazes ou sem recurso.
O potencial deste grupo aqui é imenso para o serviço cristão, e unidos e focados podem impactar a sociedade onde vivem, e se eu fosse o diabo, manteria todos apenas como ouvintes e saciando o anseio de pertencer, e só,um clubinho social.
E você que se inscreveu, saiba que é compromisso, pois ler a bíblia sem agir, ouvir Bcs por entretenimento ou ir a Cotia para encontrar “Amigos e Heróis” somente, é perder tempo e ou dinheiro.
No mínimo um multiplicador para os que não puderem ir, um agente de transição na sua comunidade, pois a proposta não é uma frase de efeito, é um fator. “É mudar o mundo começando por você.”